Edifício

Edifício2018-11-27T11:09:53+00:00

O Edifício – Um lugar com história

“O aristocrático local está no seu auge. Alberga um numeroso e seleto núcleo de famílias portenhas que animam a vida do hotel, acrescentando-lhe o encanto de seu “savoir faire”. Os atrativos do fastuoso hotel intensificaram-se com a chegada do Carnaval. Sítio predileto para os eventos sociais, celebra Momo de forma estrepitosa, fazendo uso de seus prestígios e das facilidades de um espaço adaptável a essas manifestações. O Parque Hotel constituiu, desde o primeiro momento em nosso ambiente, a caracterização das mais altas expressões da ação social. Sua história, apesar de curta, aponta os acontecimentos de bom tom e distinção; reconhecendo-o assim, nossa alta sociedade tributou-lhe homenagem ao erigi-lo em local predileto para seus divertimentos, favorecidos com a concorrência dos melhores elementos.”¹

Com a mudança do rumo político, com ao qual aumentou o intervencionismo do Estado para setores da economia até então reservados aos atores privados, a prefeitura de Montevidéu adquiriu o Parque Hotel em 1915.

“A partir desse momento sucederam-se um sem-número de eventos, que marcam sua história, em suas instalações: a morte do poeta e embaixador mexicano Amado Nervo, no que fora o apartamento N° 116 (1926); as primeiras tratativas para a abertura democrática (1983) e a celebração em seus salões do empossamento dos presidentes Julio María Sanguinetti (1985) e Luis Alberto Lacalle (1990).”²

¹De: Anales Mundanos (Montevideo) 1917, Nº XVI
²El Mercosur en el Parque Hotel de Montevideo – CONPAT 99

As origens

A paragem onde está localizado o prédio do Edificio MERCOSUR era conhecida como “La Estanzuela”, na época quase desolada e caracterizada pela presença das instalações da Charqueada Ramírez, a exploração da área como canteira e como lugar frequentado por numerosas lavadeiras que, devido a abundância de canhadas e poços d’água existentes no local, confluíam no lugar para realizar suas tarefas.

Na segunda metade do século XIX, quando os banhos de mar ficaram de moda, o local se transformou em destino buscado por excursionistas, acarretando mudanças na fisionomia do lugar, a partir da realização de diferentes empreendimentos balneários.

Em 1909 foi inaugurado O “Parque Hotel”, concebido juntamente com o Parque Rodó, onde está localizado. A construção foi encarregada tendo como base o projeto do arquiteto francês Pierre Lorenzi ao Arq. Guillermo West.

Fonte: 
Dossier de Candidatura do Edifício Sede da Secretaria do MERCOSUL

MAIS FOTOS DO EDIFICIO MERCOSUL