Reunião Especializada de Estatísticas do MERCOSUL (REES)

Mediante sua Resolução 14/10 de 9 de abril de 2010, o Grupo Mercado Comum -órgão executivo do MERCOSUL- criou a Reunião Especializada de Estatísticas do MERCOSUL ("REES") com o objetivo principal de elaborar um Plano Estratégico Estatístico do MERCOSUL que permita a adoção de um Sistema Estatístico Harmonizado no âmbito do bloco.

Para tanto, a REES, instância integrada pelos representantes governamentais a cargo dos Sistemas Estatísticos Nacionais dos Estados Partes, deverá levar em conta os seguintes objetivos generais:

a) Fomentar a coordenação com o conjunto de instituições que elaboram informações estatísticas nos Estados Partes, com a finalidade de facilitar a adoção de políticas públicas no MERCOSUL.

b) Criar um sistema de fácil acesso para os usuários no qual se armazene a informação existente.

c) Melhorar e ampliar os procedimentos para controlar a qualidade dos produtos estatísticos que se elaboram.

d) Gerar metodologias comuns e potencializar o uso de nomenclaturas e códigos equivalentes para alcançar, no menor prazo possível, um sistema estatístico harmonizado que proveja estatísticas comparáveis.

e) Melhorar a formação técnico-profissional do pessoal que trabalha na função estatística pública, gerando programas de formação contínua.

 

Acesse os seguintes documentos da REES

(Em espanhol):

Documento

Contas Nacionais - Terceiro Trimestre 2016

 

Indicadores Mercado de Trabalho

 


"Harmonização estatística regional. Documentos de Trabalho"                   

(Em espanhol)

Documento

Harmonização das estatísticas de trabalho e distribuição da renda entre os países do MERCOSUL 

 

Harmonização das medições dos conceitos relativos a Trabalho e Renda nas pesquisas a Lares sobre Mercado de Trabalho 


Medição da Pobreza nos Países do Mercosul. Uma Proposta de Harmonização 

 

Classificação de Atividades Econômicas Mercosul – CAEM 


 

Classificação de Atividades Econômicas para Pesquisas Sociodemográficas CAES Mercosul 1.0


Conjunto Mínimo de Indicadores Padrão de Qualidade a serem aplicados no MERCOSUL